Revisitei ontem à noite, pelo Oldflix, esse grande filme produzido ​no final da década de 1960. No original: "They shoot horses, don't they?" Ambientado na era da recessão irrompida em 1929 nos EUA, traça amargo retrato do desalento, da procura angustiante pela sobrevi...

Hoje, quando a crise fiscal é a mais momentosa (e tormentosa) questão da economia brasileira, vale relembrar a frase acima, da icônica Maya Engelous, admirável artista e humanista estadunidense. Ela foi usada como epígrafe na publicação do artigo “Cadê o plebiscito” do...

No documento "(i)Mobilidade Urbana: apelo à ação", publicado em página própria deste site, destacamos que as políticas integradas de mobilidade não podem prescindir das medidas de administração da demanda.

Gerir a demanda de deslocamentos de pessoas para otimizá-los não...

Em entrevista ao caderno Aliás do Estadao de 7 de maio o prêmio Nobel Joseph Stiglitz responde sobre economia, eleições americanas e a crise brasileira. A seguir um extrato: 

 

 

".............................

O sr. está acompanhando a crise no Brasil? O que deu errad...

Gravações primorosas, para desfrutarmos com enlevo a qualquer momento. Ella canta e interpreta com qualidade impecável, inigualável elegância e parece "passear" sem qualquer esforço pela letra e música. E que música, que canções, que arte! O legado de Cole Porter ainda...

Um único indicador – a evolução da taxa de urbanização – revela o porte do desafio que está atormentando as grandes cidades brasileiras, na luta para melhorar as condições de mobilidade de suas populações.

 

(Taxa de urbanização = percentual das pessoas que vivem nas cid...

Please reload

MINHA CRENÇA POLÍTICA



Sonho com uma sociedade que realize o ideal de justiça e de liberdade. Que não discrimine por motivo de sexo, raça, religião. Que liberte os que trabalham, empregados e patrões, quando submetidos a situações não dignas ou que os impeçam de produzir. Que permita a ascensão dos que hoje são obrigados a labutar na economia informal, repudiados por preconceitos. E que seja eficiente e moderna.

... Leia mais

Auriverde pendão de minha terra,

(...)

Antes te houvessem roto na batalha,

Que servires a um povo de mortalha!

                         Castro Alves

Posts em Destaque

Como estará o Brasil em 2022, no bicentenário?

February 22, 2017

1/4
Please reload

Arquivo
Please reload

De tudo ficam três coisas:

 

A certeza de que estamos começando,

a certeza de que devemos continuar e 

a certeza de que podemos ser

interrompidos antes de terminar.

 

Fazer da interrupção um novo caminho,

fazer do medo uma escada,

do sonho uma ponte e

da queda um passo de dança.

 

Fica, a certeza do reencontro, 

fica, o desejo de boa sorte e

fica a vontade de que

Lutes e venças!

 

                                     Fernando Pessoa

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Twitter Basic Square

Mario Eduardo Garcia   --     m.e.garcia@uol.com.br

Reflexões sobre políticas públicas, mobilidade e logística