Ao ver foto do plenário da Câmara Municipal de São Paulo no Estadao de hoje não pude deixar de refletir sobre os efeitos negativos do exemplo comportamental que vem do Legislativo federal.

Na página "Inesperada reforma poíitica" e em posts anteriores este...

Em minha juventude e maturidade aprendí a respeitar a coluna de análise política do grande jornalista Villas-Bôas Corrêa, exposta em texto límpido e elegante e sínteses brilhantes. Admirava-o mesmo quando estranhava ou mesmo discordava de sua posição, pois sabia que po...

Recente documento da FIESP, de novembro último, “Situação Econômica do País e a Deterioração Financeira da Indústria de Transformação”, apresenta um quadro sombrio da economia brasileira e formula propostas para reanimá-la.[1]

A esse respeito o meu amigo que pensa...

Alertado por um amigo lí com prazer a bela cronica de Sylvia Colombo na Folha de São Paulo de ontem.

http://sylviacolombo.blogfolha.uol.com.br/2016/12/02/por-que-medellin-e-tao-especial/

Ao descrever a transformação da alma da cidade após a morte do supertraficante...

Revisão pontual em 6 de dezembro de 2016

Dada a importância conferida às concessões de serviços públicos no Brasil como estratégia para modernizar a infraestrutura e (estranhamente) para incrementar o caixa do governo, este blog produziu há tempos um post sobre o questi...

Please reload

MINHA CRENÇA POLÍTICA



Sonho com uma sociedade que realize o ideal de justiça e de liberdade. Que não discrimine por motivo de sexo, raça, religião. Que liberte os que trabalham, empregados e patrões, quando submetidos a situações não dignas ou que os impeçam de produzir. Que permita a ascensão dos que hoje são obrigados a labutar na economia informal, repudiados por preconceitos. E que seja eficiente e moderna.

... Leia mais

Auriverde pendão de minha terra,

(...)

Antes te houvessem roto na batalha,

Que servires a um povo de mortalha!

                         Castro Alves

Posts em Destaque

Como estará o Brasil em 2022, no bicentenário?

February 22, 2017

1/4
Please reload

Arquivo
Please reload

De tudo ficam três coisas:

 

A certeza de que estamos começando,

a certeza de que devemos continuar e 

a certeza de que podemos ser

interrompidos antes de terminar.

 

Fazer da interrupção um novo caminho,

fazer do medo uma escada,

do sonho uma ponte e

da queda um passo de dança.

 

Fica, a certeza do reencontro, 

fica, o desejo de boa sorte e

fica a vontade de que

Lutes e venças!

 

                                     Fernando Pessoa

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Twitter Basic Square

Mario Eduardo Garcia   --     m.e.garcia@uol.com.br

Reflexões sobre políticas públicas, mobilidade e logística