Artigo publicado há três dias no site da revista The New Yorker focaliza o escritor brasileiro Raduan Nassar. O título é expressivo: “Why Brazil’s greatest writer stopped writing”.

A leitura do artigo foi para mim uma embaraçosa mas fascinante revelação. Concentrado dur...

Para nós a menção a patriarcado talvez traga a memória da sociedade colonial. Amor e estima contavam, mas o clã familiar era submetido a uma autoridade que se impunha por certo tipo de respeito reverencial, quando não pelo temor. Será que esse cerne hierárquico e autor...

9.11.2016

Compositor e intérprete, Belchior, um pensador, foi relembrado estes dias. Onde estiver, estará completando 70 anos. Um homem de boa bagagem cultural, ausentou-se misteriosamente, sem dizer adeus, desde 2008. Suas letras são poesia pura, às vezes lírica, às vezes ácida...

Com o título brasileiro de "Pecados Antigos, Longas Sombras", o cinema espanhol nos brinda com mais um ótimo filme, "La Isla Mínima", que se passa em um país ainda engatinhando na democracia, alguns anos depois da morte de Franco.

Uma boa diversão, para os que...

No dia 24 de agosto passado a OSESP apresentou-se no Royal Albert Hall, em Londres, em um programa com Grieg, Villa-Lobos e Rachmaninov. Ao final, voltou já no segundo "bis", para tocar o Pé de Vento, da Suite Popular Brasileira, de Edu Lobo (4 min).

https://www.youtub...

Reclama-se que na era das mídias monopolizadoras - o computador, o celular, o whatsapp -, desapareceu a disponibilidade das pessoas para a conversa amena face a face, o encantamento com o detalhe, o mergulho em outros mundos proporcionados por um livro, um conto, uma c...

Revisitei ontem à noite, pelo Oldflix, esse grande filme produzido ​no final da década de 1960. No original: "They shoot horses, don't they?" Ambientado na era da recessão irrompida em 1929 nos EUA, traça amargo retrato do desalento, da procura angustiante pela sobrevi...

Please reload

MINHA CRENÇA POLÍTICA



Sonho com uma sociedade que realize o ideal de justiça e de liberdade. Que não discrimine por motivo de sexo, raça, religião. Que liberte os que trabalham, empregados e patrões, quando submetidos a situações não dignas ou que os impeçam de produzir. Que permita a ascensão dos que hoje são obrigados a labutar na economia informal, repudiados por preconceitos. E que seja eficiente e moderna.

... Leia mais

Auriverde pendão de minha terra,

(...)

Antes te houvessem roto na batalha,

Que servires a um povo de mortalha!

                         Castro Alves

Posts em Destaque

Como estará o Brasil em 2022, no bicentenário?

February 22, 2017

1/4
Please reload

Arquivo
Please reload

De tudo ficam três coisas:

 

A certeza de que estamos começando,

a certeza de que devemos continuar e 

a certeza de que podemos ser

interrompidos antes de terminar.

 

Fazer da interrupção um novo caminho,

fazer do medo uma escada,

do sonho uma ponte e

da queda um passo de dança.

 

Fica, a certeza do reencontro, 

fica, o desejo de boa sorte e

fica a vontade de que

Lutes e venças!

 

                                     Fernando Pessoa

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags
Siga