De tudo ficam três coisas:

 

A certeza de que estamos começando,

a certeza de que devemos continuar e 

a certeza de que podemos ser

interrompidos antes de terminar.

 

Fazer da interrupção um novo caminho,

fazer do medo uma escada,

do sonho uma ponte e

da queda um passo de dança.

 

Fica, a certeza do reencontro, 

fica, o desejo de boa sorte e

fica a vontade de que

Lutes e venças!

 

                                     Fernando Pessoa

Siga

Durante o ano passado em várias oportunidades abordamos neste blog questões ligadas às altas taxas Selic e à estrutura fiscal injusta do “bolo fiscal” no Brasil e aos efeitos recessivos assim gerados, inibidores do desenvolvimento econômico e da distribuição de renda (...

Recente documento da FIESP, de novembro último, “Situação Econômica do País e a Deterioração Financeira da Indústria de Transformação”, apresenta um quadro sombrio da economia brasileira e formula propostas para reanimá-la.[1]

A esse respeito o meu amigo que pensa...

Revisão pontual em 6 de dezembro de 2016

Dada a importância conferida às concessões de serviços públicos no Brasil como estratégia para modernizar a infraestrutura e (estranhamente) para incrementar o caixa do governo, este blog produziu há tempos um post sobre o questi...

Revisão em 24/09/16 - 19,30 hs

Complementação em 25/09/16 - 11,30 hs

O governo federal anunciou o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), contendo um pacote de projetos com destaque para os setores de petróleo, hidrelétricas, rodovias, ferrovias, aeroportos. Foi re...

Revisão em 3  de setembro

Em postagens anteriores temos ressaltado o árduo desafio a superar, na luta em prol de uma sociedade mais justa e solidária, sobretudo nas cidades.

Estudo recente da Rede Nossa São Paulo - o Mapa da Desigualdade - mostra em fotos e números o in...

Hoje, quando a crise fiscal é a mais momentosa (e tormentosa) questão da economia brasileira, vale relembrar a frase acima, da icônica Maya Engelous, admirável artista e humanista estadunidense. Ela foi usada como epígrafe na publicação do artigo “Cadê o plebiscito” do...