• Mario Eduardo Garcia

'Candidatos mostraram visão acanhada do que é uma metrópole’, diz urbanista

Revisado em 3/10/2016 às 17,00 hs


No pós-eleição imediato, ainda “quente”, o recado das urnas acende contundente alerta para as agremiações partidárias. Intima-as a atuar conforme suas opções doutrinárias, supostamente inegociáveis, sem desvios oportunistas que comprometam a visibilidade do pressuposto ideológico e arruinem o conceito da Política (P maiúsculo) perante o eleitor, conspurcando o significado mais nobre da democracia representativa.

Mas o alerta vale também para a vertente técnico-programática, ainda menos clara para a população. A urbanista Marta Grostein nos oferece, em sua entrevista de hoje (3 de outubro) no Estadao, com o título acima, inestimável referencial para o entendimento dessa vertente, com uma verdadeira aula sobre políticas urbanas nas metrópoles, como a de São Paulo. É utilíssimo referencial para quem desejar acompanhar, com as adaptações que couberem em cada grande cidade, os desdobramentos do processo eleitoral, nas transições de mandato municipal em nosso país.


A transcrição da entrevista completa de Marta Grostein pode ser vista aqui.

Imagem extraída de http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/proa/noticia/2014/09/tres-intelectuais-explicam-seu-voto-para-presidente-4607877.html


Posts em Destaque
Posts Recentes