• Mario Eduardo Garcia

Cru retrato de uma sociedade patriarcal

Para nós a menção a patriarcado talvez traga a memória da sociedade colonial. Amor e estima contavam, mas o clã familiar era submetido a uma autoridade que se impunha por certo tipo de respeito reverencial, quando não pelo temor. Será que esse cerne hierárquico e autoritário já é realmente coisa do passado no convívio familiar brasileiro?

Cada nação com sua história e seu perfil cultural. O ótimo filme Tempestade de Areia, disponível no Netflix, nos sensibiliza pelo áspero drama ainda reservado à mulher em certas paragens de nosso planeta neste ínicio de século XXI. Os tempos mudaram, o patriarca não é necessariamente tirânico, mas tem que obedecer os códigos sociais a todos impostos.

Altamente recomendado.


Posts em Destaque
Posts Recentes