top of page
  • marioeduardogarcia

Mas como? Investir no Brasil?

No início de maio a organização Moody’s, de classificação de risco, alterou a perspectiva do Brasil de “estável” para “positiva”, embora sem mudar a sua atual nota, ainda abaixo do chamado “grau de investimento”.  No ano passado, as outras agências, Standard & Poor’s e Fitch, já tinham elevado o rating do País.

 

Não obstante esses sinais positivos, economistas brasileiros do dito “mercado financeiro” não hesitaram em proclamar que se surpreenderam com o resultado da Moody’s, pois entendem que o Brasil deveria ter sido rebaixado! É de se lamentar, mas não devemos estranhar esse diagnóstico. Partindo de agentes do “mercado financeiro”, era previsível.

 

Esse “mercado” ignora também os resultados de estudo realizado anualmente pela empresa global Kearney (presente em 40 países), que produziu há pouco o The 2024 FDI Confidence Index. No caso, FDI significa Foreign Direct Investment, um índice que procura captar o grau de confiança dos investidores internacionais para realizarem inversões em cada país estudado, no ano em curso. No universo dos países emergentes fora da Ásia, o Brasil é o mais bem classificado!



Não é necessário dizer mais nada. Apenas, vamos acreditar um pouco mais em nosso país!


=======================


Imagem superior produzida com o ChatGPT

Comments


bottom of page